Notícias

EDIÇÃO 75 – ESTUDOS DA BÍBLIA da editora OBPC

SUMÁRIO

– Apresentação
– Lição 01 | Fidelidade à visão
– Lição 02 | Unidade no propósito
– Lição 03 | Crente útil: a fidelidade no chamado
– Lição 04 | Perseverança na doutrina
– Lição 05 | Fidelidade a Deus
– Lição 06 | Perseverança na missão
– Lição 07 | Fidelidade na família
– Lição 08 | Fidelidade ao próximo
– Lição 09 | Perseverança na santidade
– Lição 10 | Fidelidade como fruto do Espírito
– Lição 11 | Perseverança na fé
– Lição 12 | Conceito de fidelidade no Antigo Testamento
– Lição 13 | Perseverança como elemento para salvação
– Ferramentas para o professor
– Referências bibliográficas
– Lista de abreviaturas

APRESENTAÇÃO

“Assim, pois, importa que os homens nos considerem como ministros de Cristo e despenseiros dos mistérios de Deus. Ora, além disso, o que se requer dos despenseiros é que cada um deles seja encontrado fiel” (1Co 4.1, 2).

A palavra fidelidade significa: “Qualidade de fiel, de permanecer firme em suas obrigações, crenças e convicções. Observância estrita de promessas, deveres, obrigações, costumes etc.” (Dicionário Sacconi). No original grego do NT, encontramos o termo “pistis” em Gálatas 5.22, vejamos: “Mas o fruto do Espírito é (…) fidelidade…”. Curiosamente “pistis” também é a palavra grega traduzida em nossa língua para fé (Rm 3.25).

Perseverança é a segunda palavra mais trabalhada nesta revista, exatamente porque é sinônima de fidelidade. Só podemos ser fiel se perseverarmos em nossa obediência a Deus nos momentos de lutas e ou dificuldades. A Bíblia diz que fidelidade é parte da natureza de Deus: “Saberás, pois, que o Senhor, teu Deus, é Deus, o Deus fiel, que guarda a aliança e a misericórdia até mil gerações aos que o amam e cumprem os seus mandamentos” (Dt 7.9). Mas essa virtude de caráter também é comunida aos crentes piedosos: “E Moisés era fiel, em toda a casa de Deus, como servo, para testemunho das coisas que haviam de ser anunciadas” (Hb 3.5).

Em Fidelidade: o elo que mantém o cristão ligado a Deus, o pastor José Hélio discorre nas lições que se seguem a respeito da importância de nos mantermos leais, fieis ou obedientes à Palavra escrita de Deus, no meio de uma geração corrompida e absolutamente distante do seu Criador. Se não bastasse o crescimento do pecado em nossos dias, como evidência de que vivemos nos “últimos tempos” (Mt 24.12), a Igreja deste início de século, de certa forma, vive claramente sob a influência, se é que podemos assim dizer, da chamada “era de Laodicéia” (Ap 3.14-22), num estado deprimente de mornidão doutrinária (2Tm 4.3-4).

Jesus comparou seus verdadeiros discípulos ao “sal da terra e a luz do mundo” (Mt 5.14, 15), e essas figuras falam respectivamente de caráter e testemunho. Não podemos negligenciar os valores absolutos do cristianismo bíblico e nem prejudicar o testemunho cristão para sermos aceitos pelo mundo. John Bunyan em seu livro O Peregrino, descreve uma personagem chamada “fiel até a morte” que ajudou o peregrino (cristão) a chegar ao seu destino final, a cidade celestial. De fato, nesses tempos conturbados em que vivemos; Deus espera que sejamos cristãos “fieis até a morte”. Jesus advertiu aos seus discípulos com relação à expectativa que Deus guarda com relação à nossa fidelidade nos tempos que antecederão a segunda vinda de Cristo: “Digo-vos que, depressa, lhes fará justiça. Contudo, quando vier o Filho do Homem, achará, porventura, fé na terra?” (Lc 18.8).

Não é possível provar nossa fé ou fidelidade a Deus sem sermos testados. Esses testes ou provações são permitidos e monitorados por Deus (1Co 10.13), com o objetivo de “lapidar” o nosso caráter, desenvolver a nossa salvação (Fp 2.12) e principalmente aprofundar a nossa espiritualidade em Deus. Como Deus desenvolve paciência nos seus filhos? Permitindo lutas e tribulações, obviamente! Por mais dura que seja essa verdade é exatamente nessas horas que a nossa fidelidade aparece.

Cada lição foi cuidadosamente preparada para nos ajudar a compreender o desafio de sermos fieis a Deus em tudo (ex: chamada ao ministério, na família, na doutrina etc.), mas não estamos sozinhos nessa peleja, o Espírito Santo está conosco, fiel companheiro de todas as horas, sempre nos animando, consolando e exortando. Caro estudante das Escrituras, desfrute das lições que se seguem e aprofunde os seus conhecimentos, pois isso é fundamental para manter a tua fidelidade a Deus em todos os sentidos.

Pastor Walter Bastos;
Diretor JUNEC.

Breve currículo do autor:
José Hélio de Lima, Pastor da Igreja O Brasil Para Cristo Central de Telêmaco Borba – PR; Coordenador Nacional do Instituto Bíblico O Brasil Para Cristo (IBBC); Teólogo, conferencista e escritor; Graduado pela Faculdade Teológica Batista do Grande ABC (1995) e pela Universidade Metodista de São Paulo (2006); Mestre em Ciências da Religião pela Universidade Presbiteriana Mackenzie de São Paulo (2008), com especialização em comunicação religiosa entre os pentecostais brasileiros e historiografia da Igreja Evangélica Pentecostal O Brasil Para Cristo e seu fundador Missionário Manoel de Mello. Membro da Junec.

 

Click e saiba mais

RPO Internet

14/08/2014

4 Comentários

4 Comments

  1. Pr. Elissanio says:

    Boa noite.
    Gostaria como faço para adquirir as revistas das obpc, eu tenho uma mini biblioteca evangélica e estou procurando outras revistas de outras editoras

  2. Lucian Werhli says:

    Pr Elissanio bom dia, peça através do email [email protected] ou dos Telefones 11 36752096 ou 11 98428 2185

  3. júnior Cezar v dos santos says:

    Como posso conseguir os materiais de vcs como revistas,materiais de evangelização?.Obpc Nerópolis go.

  4. Lucian Werhli says:

    Boa Tarde pr Junior! peça atraves do email [email protected] ou dos Telefones 11 36752096 ou 11 98428 2185

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *